• 04 JUL 18
    • 0
    Maconha uso medicinal

    Maconha uso medicinal

    O uso de derivados da maconha como medicamento continua sendo um tema polêmico no Brasil. Primeiro é necessário esclarecer que a substância utilizada é o canabidiol (CBD), que não é psicoativo, nem causa dependência como o THC (tetrahidrocabinol). O uso do CBD é autorizado pela Anvisa desde 2014 e sua principal indicação é o tratamento de epilepsias graves. Há diversos estudos em andamento para seu uso em outras patologias. No entanto, o artigo The Health Effects of Cannabis and Cannabinoids, publicado em 2017 pela National Academies of Science, Engineering and Medicine relata que só há fortes evidências científicas para o tratamento com a maconha ou seus derivados nas seguintes indicações: na redução da náusea na quimioterapia, alívio da dor crônica (por meio do fumo) e nos sintomas de espasticidade da esclerose múltipla.

    Escrito por Leila Taguchi – Oncologia Clínica/Equipe Onkos

    Deixe uma resposta →

Deixe uma resposta

Cancelar resposta

Photostream